Santo Antônio de Posse

    Santo Antônio de Posse

O município de Santo Antônio de Posse – SP  situa a 140 km da Capital de São Paulo,  na região Metropolitana de Campinas ( RMC ). Encontra-se a uma latitude 22º36′22″ sul e a uma longitude 46º55′10″ oeste, estando a uma altitude de 695 metros com relação ao nível do mar, suas terras apresentam ondulações variadas e o morro de maior altitude é o morro de Anhumas.

A hidrografia do município é bastante modesta destacando-se o rio Camanducaia e o Ribeirão Pirapintigui.

As duas principais rodovias que passam pelo Município são SP 340 e SP 107. Seus Limites são os municípios de Mogi Mirim, Itapira, Amparo, Holambra e Jaguariúna. Sua área é de 154,113 km².

 

 

A Cidade possui o quarto maior PIB entre as pequenas cidades, conciliando agricultura e indústria. Sua população estimada em 2016 é de 22.600, com uma densidade demográfica  de 117.61 habitantes por Km².

A economia do nosso município está baseada na Agricultura, Comércio e Indústria.

Agricultura e Comércio são as atividades econômicas predominantes e a Indústria com uma menor participação econômica no município uma vez que o processo de Industrialização é recente.

 

              História da cidade:  O atual município de Santo Antônio de Posse fazia parte de uma sesmaria no território de Moji Mirim e surgiu como povoado no final do século XIX, em torno de 1841, com o nome de Sítio da Posse.

Posse era um pequeno povoado situado à beira da estrada de ferro conhecida por Ressaca.

Esse povoado fazia parte de uma sesmaria (glebas de terras doadas por capitães mores nomeados pelo imperador para presentear pessoas que prestavam relevantes serviços ao País) que se transformou em Sítio pertencente às famílias Cardoso e Martins, conhecido pelo nome de Sítio da Posse.

A palavra Ressaca originária do termo reensacar, processo de reenssacagem realizado por esse povoado, do café que vinha de Ribeirão Preto com destino a Santos, através da velha Companhia Mogiana de Estrada de Ferro.

 

Em 1892, habitantes do povoado, depois de muito trabalho, conseguiram erguer uma pequena igreja, e, com isso, o local se desenvolveu, vários prédios foram construídos.

 

No dia 16 de agosto de 1893, Lei nº 179 o povoado passou a condição de Distrito de Paz, com a denominação de “Posse da Ressaca”, tendo com 1º Juiz de Paz o Senhor Augusto Elias de Toledo Lima. Começa a funcionar o 1º Distrito Policial tendo como primeiro escrivão o Senhor Ernesto Chiarini de Ugo.

 

 

Com portaria 21 de Maio de 1898, foi criado a 1ª Paróquia tendo como 1º Vigário o Reverendíssimo Padre Camilo Patrocelli.

 

O Distrito de Posse de Ressaca pertencia ao Município de Moji-Mirim, tendo como primeiros vereadores na Câmara Municipal de Moji-Mirim os Senhores Coronel David Baptista, Capitão Francisco Antônio de Andrade e Capitão Carlos Braga Faria.

 

Por volta de 1952 a lideranças de Posse iniciaram o movimento visando obter a emancipação político-administrativa, que contava com o apoio da maioria absoluta da população. Uma comissão formada por Dr. Durval Bergo, Amaro Ortiz de Campos, Oscar Pereira Dias, Alcides Menuzzo, José Rossi, Eloi Pares, João Rossi e Dr. Paulo de Teixeira Camargo, foram até a Assembleia Legislativa que elevou o Distrito da Posse de Ressaca com o nome do Padroeiro da Cidade Santo Antônio.

Finalmente, em 1953, a cidade ganhou a condição de município e passou a denominar-se “Santo Antonio de Posse”, cuja instalação oficial ocorreu em 1955.

Em 1954 disputaram-se as primeiras eleições Municipais tendo sido eleito como 1º Prefeito do Município o Senhor Dr. Durval Bergo.

 

 

 

Compartilhe

Copyright © POSSETEM - Guia Comercial de Santo Antonio de Posse – SP